segunda-feira, 30 de abril de 2012

Sejamos felizes

Nós temos a capacidade de fazermos nossos dias o mais felizes possível.
Quando acordamos, devemos dar bom dia a nós mesmos, quando olharmos no espelho, devemos já estar sorrindo e a cada passo que dermos, devemos pensar no destino a ser alcançado.
Sempre que for possível, devemos ser ouvidos, para que quem fala, torne-se sorriso.
Essa pessoa tornar-se-a sorriso quando conseguir se livrar de sentimentos como angustias, inseguranças e baixa auto-estima.
Normalmente quando essa pessoa consegue se liberar dessas amarras, fica mais leve e o brilho vivo nos olhos, retorna.
Toda  vez que podemos ajudar alguem, e ajudamos, da forma que for, tornamo-nos mais felizes, algo invade nossas almas, transformando-nos o reflexo do sorriso do outro, e o outro torna-se aquele reflexo no espelho, do sorriso que demos.
Assim continuamos nossa caminhada, fazendo nossos dias mais felizes, pois apenas ajudando os outros, nós encontraremos o verdadeiro caminho da alegria.

Sejamos Felizes.

Rafael d'Ogum

sábado, 28 de abril de 2012

Homenagem ao Pai Ogum

Homenagem ao Santo Guerreiro, festa ao Orixá protetor, o nosso guardião.
Ogum, que no sincretismo com São Jorge representa aquele que não aceita injustiças, que trabalha de acordo com as leis de Jesus, o Cristo, para nós Oxalá. Atuando como general de um exército benfeitor, habilitado e habituado a grandes batalhas e demandas, levando sempre a bandeira do bem, do justo e do correto.
Vence, sempre que necessário for, e sempre o é, mas por ser, antes de tudo, conhecedor da justiça carmica, nem sempre nós compreendemos a vitória.
Muitas vezes se vence uma batalha sem ao menos se desembainhar a sua espada, e essa é a técnica do nosso Querido e Amado Pai Ogum, vencer sem precisar que acha algum perdedor, mas se necessário for, empunhará suas armas e colocará por terra os adversários da evolução.
Levando sempre a diante os ensinamentos do supremo Mestre, Jesus.

Saravá meu Pai Ogum.
Salve Jorge.

Rafael d'Ogum

sábado, 21 de abril de 2012

Como ser Feliz - Ensinamentos de Jesus

Como ser feliz

3 Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.
4 Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados.
5 Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra.
6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos.
7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.
8 Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.
9 Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.
11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa.
12 Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.

Mateus 5 - Novo Testamento



terça-feira, 17 de abril de 2012

Multiplicação Divina

Como é bom quando nosso trabalho dá resultado, ainda mais quando o resultado é rápido. Ontem segunda-feira, cheguei no serviço com toda a animação ainda do domingo maravilhoso que passamos, pelo fato de irmos visitar o Asilo Pd Cacique, comentei com alguns colegas sobre o que fizemos, a emoção que foi encontrar com aquelas pessoas magníficas e com muitas histórias, alguns não deram bola, outros demonstraram algum interesse, várias opiniões, cada qual mais diferente da outra. Mas o que eu queria era expressar a minha alegria em ter feito aquela visita, pois para mim e para quem participou, foi muito importante.
Também comentei com pessoas próximas, em casa, e já reunimos vários voluntários para as próximas visitas, inclusive nos bailes que há todas as quintas-feira naquela ONG.
Mas para minha máxima surpresa e alegria, hoje quando cheguei no meu emprego, uma colega veio falar comigo, me dizendo que por causa dos meus comentários, de ontem, junto com o entusiasmo com que eu estava tratando o assunto, ela se sentiu animada para ligar, sair da sua zona de conforto e se disponibilizar à ajudar esses idosos. E o melhor, não vai sózinha, ira acompanhada de sua filha.
Ganhei meu dia, pois estou vendo que estamos conseguindo cumprir nossa missão, a de ajudar as pessoas a ajudar pessoas. Essa é a missão da TAEPO, essa é a missão do JUPC, essa é uma das minhas gratas missões.
Só me resta erguer as mãos ao Pai Supremo, aos seus Orixas, aos Caboclos, Pretos-velho, Crianças, Exus, e toda a espiritalidade, para agradecer o fato de conseguir ser mais um nesse imenso exército de Deus.

Obrigado à todos, do fundo do meu coração, desejo Paz, Amor e Tudo de Bom.

Rafael d'Ogum
Cacique deUmbanda

segunda-feira, 16 de abril de 2012

JUPC - Jovens no Asilo

Dia sensacional, fantástico, magnífico e acolhedor. Assim foi nosso domingo dia 15/04, nós integrantes da TAEPO nos reunimos no início da tarde em nossa Tenda, e fomos aprender a viver com quem tem muita experiência. Nosso destino, Asilo Padre Cacique, aqui mesmo em Porto Alegre, onde moram, aproximadamente, 150 vovôs e vovós, fomos conhecer a estrutura, as pessoas, as histórias e aprender o verdadeiro significado da palavra AMOR.
Alguns fatos e pessoas nos marcaram, despertando em nós um sentimento indiscritível.
Ao chegarmos, fomos recepcionados por um jovem trabalhador da casa, e um senhor, morador do asilo, eles nos levaram e nos apresentaram todos os setores, desde os dormitórios, passando pela cozinha, sala de lazer, piscina, sala de informática, etc... Uma estrutura muito bonita e aconchegante, digna de quem merce toda a nossa atenção. Após a "apresentação formal", fomos liberados para caminhar pelos largos corredores do complexo e começar a conhecer seus moradores. Muitos não recebiam uma visita à alguns meses, sinceramente, vários foram literalmente abandonados por seus familiares.
A primeira senhora que nos apresentamos, usou uma frase que nos deixou abalados, mas ao mesmo tempo, motivados a permanecer em contato com eles:
- Espero que você não sejam como os outros, que vem aqui, nos visitam, viram as costas prometendo retornar e nunca mais dão as caras.
Haviam senhores vidrados na televisão, onde passava um jogo de futebol, outros passeando, senhoras fazendo crochê, etc...
Estávamos em 6 pessoas, e por mais que quiséssemos não daríamos conta de dar atenção a todos, mas tentamos nos desdobrar para dar o máximo de carinho a todos. Já deixo registro o nome das pessoas que levaram um dos principais mandamentos da Umbanda adiante: Carla, Lucas, Raphaela, Natalia e Gisele. Essa equipe que desenhou o formato que será aplicado à JUPC. Obrigado à todos
Mas voltando ao nosso passeio, notamos que essa instituição não tem fins lucrativos, e nem teria como ter, pois a quantia que cada morador "paga", não suportaria manter a estrutura e ainda dar lucro, na realidade, nem a estrutura se mantem sózinha, basicamente essa ONG sobrevive de doações. Mas ao ligar para lá ou navegar pelo site deles, vimos que as doações podem ser materiais ou pessoais. Podemos apenas doar um abraço, um beijo, um carinho que com certeza estaremos fazendo um bem enorme à essas pessoas. Um dado alarmante e triste é que mais de 44% desses vovôs e vovós não tem contato nenhum com seus parentes, então uma visitinha para eles faz muita diferença.
Terminando esse relato, me lembro de uma senhora de 77 anos, que nos adotou como a familia dela, já que seus parentes não retornam suas ligações, com os olhos cheios de lágrimas nos falou na hora de nos despedirmos:
- Hoje é o dia mais feliz da minha vida! Obrigada!
Isso faz a vida valer a pena.

Se alguem quiser colaborar com o Asilo Padre Cacique entre em contato:

Endereço: Av. Padre Cacique, 1178 - CEP: 90810-240 - Porto Alegre - RS
Fone: (51) 3233 7571 ou 3233 1691 
E-mail: asilo@asilopadrecacique.com.br
site: http://www.asilopadrecacique.org.br/index.php

Paz, Luz e Caridade

Rafael d'Ogum

sexta-feira, 13 de abril de 2012

A fé umbandista

A Umbanda, é muito mais que uma religião, sei que quem acompanha nosso blog deve estar cansado de me ver escrevendo isso, mas é a repetição que ajuda a gravar uma informação.
Quando uma pessoa se assume como Umbandista, essa pessoa esta dando um passo muito importante na sua vida, aquele passo que pode mudar muitas coisas.
A Umbanda nos ensina a ver e viver a vida de uma forma mais leve, já que assim é a forma que nossas vidas foram projetadas, há obstáculos, só que esses obstáculos são leves e sempre tem motivo para surgirem em nossos caminhos e no tempo certo.
Podemos aprender, se quisermos aceitar os ensinamentos da Umbanda, que não existe tempestades, pois os ventos sempre serão brisas. Nada na vida é intransponível, sempre há uma solução.
Quando não se vive os verdadeiros ensinamentos Umbandistas, se vê isso apenas quando o vento já passou, mas nossa doutrina nos mostra isso exatamente quando no centro do oljo do furacão.
A pessoa quando se insere no movimento Umbandista, de corpo, alma, atitudes e pensamentos, pode ver as coisas mais desgradáveis acontecerem a sua volta, que jamais perderá a fé, o amor ao próximo e a certeza de que nada acontece sem a permissão Divina, e nada nem ninguem é mais justo que Ele.
Existe uma frase muito certa, que eu acredito que todos ja ouviram:
"Filho de Umbanda balança, mas não cai."
Na verdade ninguem cai, Deus não derruba ninguem, mas Ele nos sacode para acordarmos, só que quem não tem fé, acaba se atirando.
A Umbanda, somos nós inseridos em Deus.

Saravá Irmãos.

Rafael d'Ogum

terça-feira, 10 de abril de 2012

Graças a Deus somos Umbandistas

Graças a Deus somos Umbandistas. Graças a Deus, sempre estamos com vontade de ajudar o próximo. Graça a Deus, temos fé e força. Graças a Deus, somos trabalhadores.

Oxalá, Ogum, Oxum, Oxosse, Iemanja, Xango, Iansã, Pretos Velhos, Crianças, etc... Sempre nos dão condições de atuarmos nas mais diferentes batalhas, para que consigamos ajudar o maior número de pessoas que vem nos solicitar. Por sermos Umbandistas, não temos o menor hábito de pedirmos qualquer tipo de "recompensa" por nenhum trabalho realizado, até por que somos bem cientes, que quem realiza os trabalhos não somos nós, somos apenas ferramentas nas mão hábeis dos nossos guias. Nossa única contribuição para esses trabalhos é nos conservar em condições de estarmos aptos a não atrapalhar os trabalhos. E mais ainda, por sermos Umbandistas, não há a menor possibilidade de trazermos a pessoa amada em 3, 5 ou 7 dias, também não derrubamos adversários, até por que não vemos ninguem como nossos adversários, pelo menos no mundo físico, pois todos estamos aqui para aprendermos juntos.
Agradecemos todas as manhãs por mais um dia que esta começando e a noite, pelo dia que tivemos, por que sempre ele é bom, independente do que aconteça, pois se esta tudo bem, que bom, mas se não esta, que ótimo, pois é mais uma coisinha que devo aprender, e antes de dormir, colocamo-nos a disposição para irmos com nossos guias para o lado de lá, para ajudar-mos e aprendermos um pouquinho mais com quem tem algo de bom para nos ensinar.
Todo dia para nós Umbandistas, é dia Santo, é dia de São Pega.
Pessoas e mais pessoas muitas vezes não nos compreendem. Não nos entendem, pois estamos sempre tentando ajudar os outros, mesmo quando esses outros já nos fizeram sofrer. É que essas pessoas não compreendem que esses outros, na realidade não são outros, SOMOS NÓS, que apenas estamos agindo de forma diferente, mas estamos TODOS no mesmo contexto. Se uma pessoa não esta me ajudando, mas sim me atrapalhando, essa pessoa faz parte do nós, pois esta vinculada à mesma história, isso nos faz fazer parte do mesmo contexto.
Graças a Deus que somos Umbandistas, Cristãos e Espiritualistas, não necessáriamente nessa ordem.
Graças a Deus que São Pega tem 364 dias por ano, e quando a ano é bissesto ele tem 365 dias.

Graças a Deus tenho você como meu irmão.

Rafael d'Ogum

domingo, 8 de abril de 2012

Alteração no Calendário

Adiantamento em nosso calendário.

Caridade de Exu que era dia 13, será dia 12 quinta-feira

Caridade, Festa do Pai Ogum e apresentação do JUPC permanece dia 28.

Nossos eventos habitualmente iniciam-se as 20:30

Ser Iluminado

O Ser que realmente viveu a doutrina Umbandista, mesmo sem nunca  ter mencionado o vocábulo Umbanda. Na realidade foi quem nos ensinou como um Umbandista deve viver, sem apego material, sem medo de se expor, praticando a caridade, sempre elevando o nome de Deus, ajudando quem precisa de ajuda, ensinando a pescar e quando necessário dando o peixe, mostrando-nos o verdadeiro sentido da palavra amor.
Foi o mesmo que demostrou indignação quando viu pessoas utilizando Templos Sagrados como ponto comercial. Curou doentes, adquiriu seguidores por sempre ter uma palavra amiga para os necessitados.
Esse Ser, aquele que nasceu humilde e iluminado, que trouxe a nós ensinamentos simples, porem, complexos, que nos permiotiui errarmos e nos perdoou.
O Ser que demonstrou que o que morre é a matéria e deu provas concretas que o espírito é IMORTAL.
Deu-se em sacrifício por nós, para, por nós mesmos ser açoitado, humilhado e crucificado. E no alto de sua condição, ainda advogou à nosso favor perante à Deus, rogando sua misericórdia.
"Perdoai-os Pai, pois eles não sabem o que fazem!"
Esse é nosso mestre Jesus, o Cristo, Que na prática terrena de viver, fez valer a lei do céu.

Feliz Pascoa.

Rafael d'Ogum

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Eventos de Abril 2012

Dia 13 teremos Sessão Caridativa de Exu, sabe como é, descarrego, limpeza e reorganização espiritual, areas que nossos amigos guardiões são mestres, as 20:30.

Dia 28 Teremos a Festa do Pai Ogum, já que nesse mês comemoramos o seu dia e também, pois é aniversário de nossa Tenda. Como já coloquei em um post anterior, nessa data estaremos apresentando e iniciando oficialmente o J U P C, onde os jovens estarão se unindo para atuar, difundindo a caridade.

Nossos eventos sempre são abertas ao público, e quando não tiver eventos, nosso telefone esta sempre ligado, para que você possa entrar em contato, para tirar dúvidas sobre a Tenda e dentro do possível sobre a espiritualidade. Uma coisa que eu gosto de deixar sempre bem claro, somos espíritualistas, nossa religião é Umbanda, seguimos os ensinamentos de Cristo, em todas nossas atitudes e atividades. Nós em momento nenhum cobramos absolutamente nada material, pedimos apenas fé. Isso esta em dois ensinamentos de nosso Mestre Jesus, o Cristo, "dai de graça o que de graça recebeste" e "é a sua fé que lhe cura".
Participem, amigos, irmãos e seguidores. Nossa Tenda serve para ajudar e servir ao próximo.

Desejando Paz, Luz, e Amor.

Rafael d'Ogum

terça-feira, 3 de abril de 2012

Justiça divina

Hoje, vi uma cena, que me fez parar para pensar e refletir sobre a espiritualidade. Dentro do onibus, hávia um pequeno garoto, aproximadamente uns 10 anos de idade, cadeirante o menino. Notavasse que ele estava preso, não apenas pelos sintos que o seguravam à cadeira de rodas, pois o corpo fraco não conseguiria permanecer sentado sózinho, mas preso naquela materia pouco desenvolvida. Mas o que mais me chamou a atenção foi o carinho, o amor e o zelo que seus pais direcionavam à ele. Algo realmente muito tocante.
Muitos falam que não seria justo uma criança, permanecer em uma cadeira de rodas, ou em cima de uma cama, mas isso com certeza tem um motivo. Isso, no meu modo de vista, é a prova mais absoluta da justiça de Deus e da reencarnação, pois se não houvesse a reencarnação, não seria justo Deus deixar uma criança passar, ou melhor vir numa situação dessas.
Deus no alto de sua sabedoria, coloca cada criança, dentro de um contexto, onde essa criança terá tudo que é necessário para ela viver e vencer. Esse contexto, se lê, familia.
A familia deve estar sempre pronta para ajudar nas necessidades, que cada um dos filhos terá.
Também, analizei a situação por outros pontos espiritualistas, colocando em prática um pouco do conhecimento que consegui adquirir no decorrer desse curto espaço de tempo vivenciando a espiritualidade. Além da criança, se encaixar no contexto necessário para sua evolução, também vi o como é fraca e absurdamente grosseira essa materia que estamos vestindo. Não que eu nunca tivesse reparado isso, mas é que analizando, saltou aos olhos tais informações.
Muita gente reclama que não tem a calça da moda ou um (mais um) par de tênis. Mas do que adianta eu ficar chateado em não ter essas peças se o que mais importa são as pernas e os pés!
Vejo que estamos cada vez mais presos à uma vida materialista e vázia. Onde se dá mais falor para os anéis do que para os dedos.